Abandonado pela prefeitura, Campeonato Ipatinguense chega ao final de 2016 com nove competições realizadas


Em 2016, não foi um ano bom para o futebol ipatinguense, que passou por grandes dificuldades financeiras, devido a falta de comprometimento e repasses da prefeitura de Ipatinga, com a Liga de Desportos de Ipatinga (LDI), entidade responsável pela realização das competições de futebol na cidade.

Mas se fora de campo a situação foi crítica, dentro das quatro linhas os times bateram um bolão, balançando as redes inúmeras vezes e levantando nove taças de campeão, graças aos esforços da LDI.

Atrasos nos repasses de 2015
Com os repasses, referentes à 2015 ainda em atrasos, a LDI viveu uma incerteza em 2016, sobre a realização das competições neste ano. Mesmo com oito meses de atraso, nos repasses referentes ao ano anterior, o presidente da entidade, Roberto Xavier, resolveu dar início às competições em 2016, já que a prefeitura havia se comprometido a efetuar o pagamento do débito, nos meses de março e abril e iniciar as discussões para o ano corrente. Promessa não cumprida.

Devido o não cumprimento da prefeitura, sobre os pagamentos, o início das competições de 2016 foram adiadas, de modo a pressionar a prefeitura à realizar os pagamentos.

Após a paralisação do campeonato e a reportagem veiculada pelo VALE DO AÇO ESPORTES, a prefeitura efetuou uma parte do pagamento, deixando R$ 172 mil de débito. Com isso, a LDI iniciou a competição em seis categorias: Sub-10; Sub-12; Sub-14; Máster; Supersênior e Juniores. Porém, o débito de 2015 com a entidade, só foi quitado no mês de setembro de 2016.

Prefeitura não destina verba para o esporte em 2016
Com as competições de 2016 em andamento, a prefeitura nunca chegava a um acordo com a LDI sobre os repasses referentes ao ano corrente. A situação só foi definida no mês de julho, quando a secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Leida Tavares e o secretário-adjunto da pasta, Cláudio Gualberto, se reuniram na sede da LDI, com presidentes de clubes, árbitros e vários desportistas, onde informaram que não haveria verba para a entidade neste ano, conforme foi antecipado pelo Vale do Aço Esportes.

Já que as competições estavam na reta final, entidade e árbitros entraram em acordo para levar às competições até o final, fato consumado.

Devido o não cumprimento do acordo, por parte da prefeitura, a entidade acumulou uma dívida com os árbitros, delegados e empregados, que segundo Roberto Xavier, será pago na próxima temporada.

Usiminas e clubes salvam segundo semestre

Deste modo, sem dinheiro, as competições do segundo semestre não iriam ser realizadas. Mas, uma intervenção dos clubes, que acaram financeiramente com as despesas, deu início aos jogos da categoria Máster. Já as categorias Infantil e Juvenil, só puderam ser realizadas devido o apoio da Usiminas, através da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, que garantiu que as duas competições fossem realizadas.

Competições realizadas em 2016

O VALE DO AÇO ESPORTES reuniu abaixo uma pequena retrospectiva sobre as nove categorias que foram realizadas do Campeonato Ipatinguense: Sub-10, Sub-12, Sub-14, Infantil, Juvenil, Juniores, Máster, Supermáster e Supersênior.

Em 2016, o Beira Rio foi o grande campeão da cidade, levantando a taça por quatro vezes, nas categorias Sub-10, Sub-12, Máster e Supermáster. Depois do Beira Rio, quem mais levantou troféus foi a Usipa, que foi campeã nas categorias Infantil e Juvenil. Veja abaixo, como foram as finais de cada categoria disputada neste ano.

Sub-10
Na categoria de abertura do Ipatinguense, para atletas com menos de 10 anos, o Beira Rio foi o campeão. O time, do bairro Planalto II, enfrentou o Itamarati, em dois jogos no campo do Canaã e levantou a taça com duas vitórias sobre o adversário. No primeiro jogo venceu por 3 a 1, enquanto no segundo venceu por 2 a 0, garantindo o título. Itamarati 2 a 0

Sub-12
No Sub-12, mais um título para o Beira Rio. Desta vez, em dois jogos super disputados, contra o Vila Celeste, no campo do Canaã. No primeiro jogo os times empataram em 1 a 1, mesmo placar do jogo de volta. Desse modo, a decisão do título foi para as penalidades máximas, que terminou com vitória do Beira Rio, por 4 a 2.

Sub-14
Na categoria Pré-infantil, o campeão do ano foi o Vila Celeste, que enfrentou o Jabaquara em dois jogos, disputados no campo do Canaã. E foi com duas vitórias sobre o adversário, que o Vila Celeste garantiu a taça. No primeiro jogo o Vila venceu por 2 a 1 e no jogo de volta uma vitória por 2 a 0.

Infantil
No Sub-15, os jogos da final, disputados no campo do Canaã, foram entre Usipa e Beira Rio. A Usipa chegou a final eliminando o Vila Celeste, na semifinal, enquanto o Beira Rio eliminou o Novo Cruzeiro. No jogo de ida da final, os usipenses venceram por 3 a 1. Já no jogo de volta, com outra vitória, desta vez por 1 a 0, a Usipa conquistou o título do Infantil.

Juvenil
Na categoria Juvenil, Usipa e Itamarati se enfrentaram nos dois jogos da decisão, no campo do Canaã. No primeiro, a Usipa goleou o adversário por 4 a 2 e no jogo de volta, com mais uma goleada, desta vez por 4 a 0, conquistou o título da categoria. Na semifinal a Usipa eliminou o Jabaquara, enquanto o Itamarati eliminou o Novo Cruzeiro.

Juniores
O título do Juniores ficou com o Caravelas, que enfrentou o Barra Alegre em dois grandes jogos, disputados no campo do Canaã. Na primeira partida, as equipes empataram em 2 a 2. No jogo de volta, mais um empate, desta vez por 1 a 1. Com isso, a decisão do título foi para as penalidades máximas, na qual o Caravelas venceu por 4 a 3 e levantou a taça.

Máster
A decisão da categoria Máster foi um clássico entre Beira Rio e Veneziano, ambos os times do bairro Planalto II. Os dois jogos da final foram disputados no campo do Canaã. No primeiro jogo, a rede não balançou, com isso a decisão foi em aberto para a segunda partida e mais uma vez, o Beira Rio mostrou seu favoritismo e venceu por 2 a 0, levantando o caneco.

Supermáster
Nesta categoria, que foi realizada com recursos financeiros dos próprios clubes, o Beira Rio sagrou-se bicampeão, levantando a taça pelo segundo ano consecutivo. A final, contra o Panorama, foi disputada em dois jogos. No primeiro, as equipes se enfrentaram no campo do Itamarati e terminou com empate sem gols. No segundo jogo, disputado no campo do Canaã, o Beira Rio goleou o Panorama por 4 a 2 e garantiu o título.

Supersênior
Na categoria para jogadores acima de 52 anos, o Pioneiros comemorou o título. A disputa, entre Pioneiros e Vila Celeste, foi decidida nas penalidades máximas, depois das equipes empatarem os dois jogos da final, no campo do Canaã, por 1 a 1. Nos pênaltis, o Pioneiros levou a melhor e venceu por 4 a 1, levando a taça para casa.

Confira abaixo a lista dos campeões e vice-campeões.

  • Sub-10 – Campeão: Beira Rio / Vice: Itamarati
  • Sub-12 – Campeão: Beira Rio / Vice: Vila Celeste
  • Sub-14 – Campeão: Vila Celeste / Vice: Jabaquara
  • Infantil – Campeão: Usipa / Vice: Beira Rio
  • Juvenil – Campeão: Usipa / Vice: Itamarati
  • Juniores – Campeão: Caravelas / Barra Alegre
  • Máster – Campeão: Beira Rio / Vice: Veneziano
  • Supermáster – Campeão: Beira Rio / Vice: Panorama
  • Supersênior – Campeão: Pioneiros / Vice: Vila Celeste
Comentários