América vence Tupi por 3 a 0 e assume liderança do Mineiro

Divulgação

A estreia do América no Campeonato Mineiro de 2016 não poderia ser melhor. Demonstrando um bom futebol e dominando completamente o adversário, a equipe comandada pelo técnico Givanildo Oliveira venceu o Tupi na noite deste domingo pelo placar de 3 a 0, na Arena Independência.

Tony abriu o placar na primeira etapa e o também meio-campo Osman marcou duas vezes no segundo tempo. O time americano ainda desperdiçou uma cobrança de pênalti com o meia Rafael Bastos, no fim do primeiro tempo. Com 3 pontos ganhos e três gols de saldo, o América assume a liderança do Estadual.

Após a grande exibição e o segundo triunfo consecutivo na temporada de 2016, o Coelho volta a campo novamente pelo Campeonato Mineiro, na próxima quinta-feira (4/2), no Estádio Farião em Divinópolis, contra o Guarani.

PRIMEIRO EQUILÍBRIO, DEPOIS SUPERIORIDADE

Os primeiros 30 minutos da partida entre América e Tupi foram bastante equilibrados, mas o time alviverde tomava as rédeas do jogo com bastante posse de bola. Aos 19 minutos, o meia Rafael Bastos lançou para o atacante Sávio, que driblou a marcação e rolou a bola para Tony finalizar a jogada com um chute de primeira, e fazer América 1 a 0.

Após os 30 minutos do primeiro tempo, o América tomou conta da partida e criou diversas chances de aumentar o marcador. Primeiro aos 32 minutos, com o volante Pablo arriscando de fora da área uma bola que foi parar no ângulo esquerdo do goleiro Glaysson, que fez belíssima defesa. Aos 36 minutos foi a vez do lateral Jonas cobrar uma falta que acabou batendo no travessão.

Glaysson apareceu novamente para salvar o Tupi, defendendo a cobrança do pênalti cobrado por Rafael Bastos no canto direito do goleiro. Aos 44 minutos o Coelho ainda teve mais uma chance de aumentar a vantagem em chute forte de Rafael Bastos, mas novamente o goleiro da equipe de Juiz de Fora evitou que o América ampliasse sua vantagem.

AVASSALADOR

Se os 15 minutos de pressão no final do primeiro tempo não foram suficientes para vencer o goleiro do Tupi e aumentar a vantagem no placar, com apenas 3 minutos na segunda etapa o time americano finalmente conseguiu marcar o seu segundo gol. Após cobrança de escanteio de Jonas, o meio campo Osman cabeceou com categoria para marcar o seu primeiro gol com a camisa americana.

O domínio americano não parou por aí. Sem dar chances para o Tupi, o Coelho seguiu pressionando em busca de mais gols e conseguiu aumentar sua vantagem aos 21 minutos. Após boa tabela no meio campo, o jovem Sávio recebeu pelo lado direito e cruzou para a chegada de Osman. O meio campo americano teve a categoria para finalizar de primeira e marcar o seu segundo gol na partida.

Com o América na vantagem, Givanildo Oliveira decidiu modificar a equipe. Primeiro, com a saída de Osman, artilheiro da noite, para a entrada do atacante Maranhão. Pouco depois foi a vez de entrar o volante Claudinei no lugar de Jonas. Aos 36 minutos, o técnico americano mexeu pela última vez, promovendo a estreia do atacante Tiago Luís, que substituiu Rafael Bastos.

Ainda houve tempo para o time americano balançar mais uma vez as redes adversárias, mas o gol marcado pelo atacante Sávio, aos 37 minutos, foi anulado pela arbitragem que indicou impedimento no lance. Apresentando um futebol rápido e ofensivo, o Coelho estreou muito bem no Campeonato Mineiro, assumindo a liderança da competição.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA 3 X 0 TUPI

AMÉRICA: João Ricardo; Jonas (Claudinei), Alison, Sueliton e Danilo; Leandro Guerreiro, Pablo, Tony, Rafael Bastos (Tiago Luís) e Osman (Maranhão); Sávio. Técnico: Givanildo Oliveira

TUPI: Glaysson, Osmar, Sidimar, Pirão e Fabrício; Felipe Alves, Vinícius Kiss (Renato Silva), Recife e Willian Koslowski; Michel Douglas (Hiroshi) e Rubens (Michel Henrique). Técnico: Júnior Lopes

Estádio: Arena Independência, em Belo Horizonte
Motivo: 1ª rodada do Campeonato Mineiro
Gols: Tony aos 19 minutos do 1º tempo, Osman aos 3 minutos e aos 21 minutos do 2º tempo (América).
Árbitro: Ronei Cândido Alves (MG)
Auxiliares: Luiz Antônio Barbosa (MG) e Douglas Almeida Costa (MG)
Cartões amarelos: Danilo e Alison (América); Recife, Sidimar, Vinícius Kiss e Glaysson (Tupi).

 

Comentários