Cruzeiro vence Atlético e conquista bicampeonato da Copa Timóteo Sub-14


Cruzeiro foi o campeão da última edição da categoria Sub-14. Fotos: Igor Reis/Vale do Aço Esportes

Os times de Atlético e Cruzeiro se enfrentaram na manhã deste domingo, no campo do Acesita, no clássico para decidir o campeão da 24ª edição da Copa Timóteo Sub-14. Debaixo de forte chuva e com o gramado pesado, o Cruzeiro se sobressaiu e venceu o time alvinegro por 2 a 0, garantindo o título da categoria.

O JOGO
A partida começou muito pegada e com muitas faltas, o cartão amarelo saia com frequência do bolso do árbitro Fabio Gomes. Aos quatro minutos de jogo, o Galo teve a oportunidade de abrir o placar. O árbitro assinalou pênalti, Gustavo cobrou e a bola acertou a trave.

Após o lance, a Raposa cresceu na partida e aos 13 minutos inaugurou o marcador. Em falta cobrada ne intermediária esquerda, a bola foi alçada na área e Gabriel Pitter subiu mais alto que a defesa alvinegra. O zagueiro cabeceou, o goleiro Vinícius tentou defender, encaixando a bola, mas a bola escapuliu de suas mãos e entrou no gol: 1 a 0 Cruzeiro.

Atrás do placar, o Atlético tentava o empate, porém o campo pesado atrapalhava as jogadas do alvinegro, que tem como características as jogadas em velocidade. Quando o time chegava ao ataque era barrado na defesa.

No segundo tempo, o Atlético voltou com uma substituição, abrindo mão de um zagueiro e colocando o atacante Francisco no jogo. O Cruzeiro, por sua vez, mantinha a mesma postura da primeira etapa, se mantendo no ataque.

O Cruzeiro esteve mais perto de ampliar o placar, mas a defesa alvinegra evitou as jogadas de perigo. O Galo tentou reagir na partida e obrigou o goleiro Rodrigo Bazílio fazer algumas boas defesas.

Aos 12 minutos não teve jeito ao o alvinegro, o Cruzeiro ampliou o marcador com gol de Stênio: 2 a 0. Após o gol, o Atlético tentou a reação, mas o goleiro adversário fez boas defesas e evitou o gol. Quem também fez boa defesa Vinícius, aos 23 minutos, e evitou o terceiro gol cruzeirense.

Mesmo com os esforços das duas equipes em fazer gols, o placar terminou em 2 a 0 para o Cruzeiro, que conquistou seu bicampeonato.

O Cruzeiro, comandado por Leonardo Cherede, foi campeão com: Rodrigo Bazílio; Thiago Mazega; Gabriel Pitter; Paulo; Henrique; Kaiki; Renato; Bruno Paulo; Wesley; Kelvyn; Stênio; Ezequiel; Weverton; Arthur; Marquinhos; Felipe; Pedro Henrique; Ricardinho; Liedson e Lucas Chagas.

Já o Galo, do técnico Helbert Barbosa, foi vice-campeão atuando com: Vinícius; João Henrique; Marcos Vinícius; Diego; Alexandre; Kauê; Wender; Emanuel; Matheus Martins; Gustavo; Francisco; Arthur; Zé Augusto; Pedro; David; Luis Fernando; Vitor; André; Pedro Henrique e Carlos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários