FMF suspende presidente do Ipatinga

O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação Mineira de Futebol suspendeu na última semana o presidente do Ipatinga Futebol Clube, Almir Azevedo, por causa do não pagamento das taxas de arbitragem.

Segundo a secretaria do TJD, o clube ainda não pagou as taxas devidas e a pena para o presidente do Ipatinga perdurará até que sejam quitados todos os débitos. Deste modo, Almir fica impossibilitado de responder oficialmente pelo clube, até que os valores sejam pagos à FMF.

Em contato do VALE DO AÇO ESPORTES com o presidente o Ipatinga, o mesmo informou que não sabia da punição e que ainda não foi notificado. “Não estou sabendo de suspensão, ainda não recebi nenhum comunicado da Federação. Mas vamos encontrar um meio de resolver essa situação. Nós não pagamos uma parte dos débitos, devido receita do jogo, mas repassamos um montante. Vamos acertar isso e entrar com uma justificativa para a Federação”, explicou Almir Azevedo.

Além de Almir Azevedo, a Federação suspendeu os presidentes do Minas Boca e Patrocinense, ambos pelo mesmo motivo, não pagamento das taxas de jogo.

Confira o trecho da decisão proferida no dia 08/03/16: IPATINGA FUTEBOL CLUBE – Multado em R$ 600,00 (seiscentos reais) e o pagamento das taxas de arbitragem nos termos do art. 191, III do CBJD, com a aplicação do § 2º do art. 191 do CBJD, suspendendo o Presidente da equipe enquanto perdurar o descumprimento. A multa deverá ser paga em 5 dias.

Comentários