Ipatinga e Social enfrentam processos no TJD nesta noite

As equipes de Ipatinga e Social têm um compromisso importante na noite desta terça-feira (1/3). As duas equipes serão julgadas por uma série de processos no TJD – Tribunal de Justiça Desportiva – da Federação Mineira de Futebol (FMF). Sendo dois processos do lado alvinegro e cinco pelo lado quadricolor.

O Social foi denunciado duas vezes no art. 191, III, no CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), por não pagar as taxas de arbitragem. Isso nas partidas que atuou como mandante, diante do Nacional e Democrata.

Já o Ipatinga foi denunciado duas vezes pelo mesmo motivo do Social, o não pagamento das taxas de arbitragem nas partidas contra Minas Boca e Nacional, respondendo no art. 191, III. E na partida contra o Nacional, o time foi denunciado no art. 206, por conta de um atraso de 1 minuto.

Os outros dois processos são referentes às expulsões do técnico Wasterdeyle Lima, na partida contra o Minas Boca, e do zagueiro Rodrigão, na partida contra o Nacional.

O treinador foi denunciado no art. 258, caput, e pode pegar de um a seis jogos de suspensão, assim como a pena pode ser convertida em advertência. A situação mais complicada é a do zagueiro, que após ser expulso por atingir seu oponente com uma cabeçada, foi denunciado no art. 254-A, (Praticar agressão física durante a partida). Se condenado, Rodrigão pode desfalcar sua equipe de quatro a doze partidas.

Comentários