Ipatinga elimina Manchester e vai à final do Mineiro

Na noite deste sábado as Tigresas de Aço enfrentaram o Manchester, no campo do Iguaçu, pelo jogo de volta da semifinal do Campeonato Mineiro Feminino. Apesar de sofrer uma derrota por 4 a 2, o Ipatinga se classificou para a final, pois venceu o jogo de ida por 2 a 0 e teve melhor campanha na primeira fase. Agora as Tigresas enfrentarão o América, reeditando a final do ano passado e buscando o bi-campeonato.

O jogo
img_0026O Ipatinga não apresentou seu melhor futebol na partida e a chuva parecia levar por água abaixo o sonho do bi-campeonato ipatinguense. Melhor na partida, o Manchester abriu o placar logo aos nove minutos de jogo, com gol de Ana Paula: 1 a 0 Manchester.

As Tigresas esboçaram uma reação e aos 19 minutos, após bola rasteira na área a jogadora adversária, após cair, segurou claramente com a bola com as mãos, porém o árbitro da partida, João Luiz Gomes Neto, de frente para o lance, nada marcou, causando revolta no banco quadricolor. Três minutos depois, o Ipatinga quase empatou o jogo. Após cobrança de falta pela direita, Tati cabeceou com precisão para o gol, mas a goleira Tatiane espalmou para escanteio.

O Manchester, que precisava ganhar por três gols de diferença para garantir a vaga na final, fez o seu segundo gol, aos 46 minutos. A camisa 9, Cristiane, recebeu bola na entrada da área, driblou a adversária e mandou um belo chute para a gol de Elizângela: 2 a 0.

Segundo tempo
img_0039Na etapa final, o Ipatinga voltou com uma postura totalmente diferente para dentro de campo. Mais presente no campo de ataque e com maior domínio de bola, as Tigresas não demoraram muito para diminuir o marcador e aos nove minutos, Priscilla, manda a bola para o fundo do gol: 2 a 1.

Aos 14, foi a vez do Ipatinga empatar a partida. Após uma “cochilada” da defesa do Manchester, Lidiane aproveitou a oportunidade e estufou a rede de Tatiane, empatando a partida: 2 a 2.

Com a partida empatada, o Ipatinga jogava com o regulamente debaixo dos braços, já que podia perder por até dois gols de diferença, com isso jogava sem se arriscar muito. Porém, o Manchester, a partir dos 30 minutos, reascendeu as esperanças e partiu para cima do time Ipatinguense e aos 39, após bate rebate dentro da área, a camisa 10, Iza, colocou o time de Confins novamente a frente do placar: 3 a 2 Manchester.

O jogo começou a pegar fogo foi nos minutos finais. Aos 43, o árbitro da partida assinala pênalti para o Manchester e Ana Carolina converteu em gol, colocando o Manchester novamente na disputa: 4 a 2. A partir daí foi um ataque contra defesa, o Manchester indo com tudo para o ataque e o Ipatinga se defendendo para garantir a vaga na final. A pressão durou até os 52 minutos, quando o árbitro pôs fim a partida.

Agora o Ipatinga se prepara para reeditar a final do ano passado e enfrentar o América, que eliminou o Prointer. O primeiro jogo da final está previsto para o próximo fim de semana, porém deve acontecer no dia 13 de novembro, devido a realização do Enem e várias atletas do Ipatinga participarem do exame.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários