LDI apresenta déficit nas contas refente a 2016


Mesmo com saldo negativo, contas da entidade foram aprovadas pelos clubes presentes. Foto: Igor Reis/Vale do Aço Esportes

Em reunião realizada na noite dessa quarta-feira (15), na sede da Liga de Desportos de Ipatinga (LDI), o presidente da entidade Roberto Xavier, apresentou aos presidentes dos clubes a prestação de contas refente ao ano de 2016, que  fechou com um déficit de mais de R$ 150 mil, conforme antecipado pelo Vale do Aço Esportes.

Na reunião, estiveram presentes representantes de apenas oito clubes, que aprovaram as contas. O saldo negativo da entidade refere-se a pagamentos de empregados, fornecedores, arbitragem, delegados e diretores, que com a mudança que está prevista no estatuto, não poderão mais serem remunerados, para adequar a legislação.

Na abertura da reunião, Roberto Xavier lamentou a situação. “É triste ver a Liga nessa situação. Porém ano passado não fechamos convênio com a prefeitura, que nos enrolou e pressionou para a realização dos campeonatos, prometendo que iam acertar o convenio, fato que não aconteceu. Tanto que só fomos receber o convênio de 2015 quase no fim de 2016”, disse.

O motivo do alto déficit é devido a realização de várias competições no ano anterior, mesmo sem a assinatura do convênio, que segundo Roberto Xavier foi “pressionado a iniciar as competições pela antiga administração da prefeitura”. Na conta da entidade, segundo informado aos clubes, as únicas receitas foram provenientes da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, na qual a Usiminas patrocinou com R$ 129 mil, e os campeonatos de outros municípios, como Santana do Paraíso que entrou R$ 62 mil, Braúnas, João Monlevade e de outras cidades pequenas. No qual a verba é para pagar as taxas de arbitragem, deslocamento e 10%  do montante de taxa administrativa da LDI.

Agora a LDI busca acertar maneiras de acertar o saldo negativo, para que todas as contas fiquem zeradas, pois no fim do ano será realizada a eleição para presidente da entidade.

Comentários