Por trás das redes: O trabalho do preparador de goleiros

A vida de goleiro tem sempre seus altos e baixos. No mundo do futebol, é uma das posições mais cobradas. Para ser goleiro não é fácil. Boa estatura, boa impulsão e claro, talento. Mas como em todas as profissões, sempre existe uma pessoa que ensina e que ajuda no crescimento do profissional. Neste caso, é o preparador de goleiros. Peça fundamental para qualquer equipe de futebol do mundo todo.

No Social não seria diferente. Sempre com histórico de grandes profissionais, o preparador de goleiros Erick Mendes já está na segunda temporada com o clube de Coronel Fabriciano. O preparador de goleiros do Social é do Vale do Aço e começou a carreira em 2008, na Aciaria. Passou por Bahia, Inter de Bebedouro-SP, Vitória-ES, Mamoré, Uberaba, Formiga, até chegar no Saci. Para Erick, o trabalho como preparador de goleiros vai muito além de simplesmente treinar. “O goleiro é uma posição que requer muito cuidado, de altíssima responsabilidade, então esse contato no dia a dia com o goleiro é muito importante para que ele possa fazer um grande trabalho dentro de campo”, disse.

Os goleiros sempre tem um treinamento diferente dos demais atletas. Sempre ficam em uma parte diferente do gramado e pegam pesado para alcançar os chutes precisos do treinador de goleiros. “São trabalhos técnicos, físicos, fundamentos de goleiros e o mais importante que é a preparação do psicológico do goleiro. O emocional não pode estar abalado. A conversa diária é muito importante”, concluiu Erick Mendes.

Thúlio é um dos goleiros do Saci para esta temporada. O jovem atleta de apenas 20 anos, se destacou na temporada passada, quando também disputou o Módulo II pelo Ipatinga. O goleiro sabe muito bem a importância que o preparador de goleiros tem na carreira dos arqueiros. “Pra nossa carreira, trabalhar com quem é experiente ajuda muito. Eles estudam muito e a cada dia nos passam ensinamentos diferentes. O treinamento específico nos ajuda principalmente a enxergar melhor as situações de jogo que podemos encontrar nos campeonatos e quem tem conhecimento auxilia no nosso crescimento”, pontuou o goleiro Socialino.

No atual elenco, o Social tem quatro goleiros. Além de Thúlio, tem os goleiros Thierry, Luiz Henrique e Matheus. Enquanto a bola não rola, eles seguem a rotina pesada de treinamentos, em busca da melhor forma, para fazer uma excelente temporada com a camisa do Social.

A estreia da equipe de Coronel Fabriciano no Módulo II, será no dia 13 de fevereiro, às 16h, contra o Minas Boca, em Sete Lagoas.

Foto: Kaleo Martins/Social

Comentários