Presidente do Ipatinga diz que time não deve ir a campo na final do Feminino contra o América


A repercussão do primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro Feminino, entre Ipatinga e América, no qual terminou com derrota Ipatinguense, por 1 a 0, está rendendo novos capítulos. Em uma rede social, Facebook, o presidente do Ipatinga, Almir Azevedo, publicou que o time por não ir a campo domingo, no segundo jogo da final, contra o América, no Baleião.

printA revolta do presidente é por causa dos acontecimentos do último jogo, no qual segundo o mesmo, o Ipatinga foi “roubado”, após a marcação de um pênalti inexistente a favor do América.

Almir publicou os comentários, em uma publicação feita pela atleta, Jéssica Coelho, afirmando que o América ganhará o jogo por WO. “O Ipatinga sendo roubado, pode nem ir a campo domingo, vamos entregar o título para eles neste circo armado, o esporte não pode ser assim (sic)”, disse o presidente.

Em outro comentário, o presidente escreveu: “temos que moralizar o futebol” e que o “Ipatinga tem mais time que o América”, dando um ultimato. “É desumano isto. Temos mais time o que América. Mas não vou aceitar a roubalheira, como presidente do clube estou avisando, vai ganhar no WO”, escreveu.

Em contato por telefone, com o presidente do Ipatinga, o mesmo confirmou e disse que até sexta-feira será tomada a decisão. “Eu não vou ser feito de marionete. Não vamos assistir de camarote isso que está acontecendo. As meninas se esforçaram e lutaram para chegar a final, não podemos deixar isso acontecer. A vontade é de entregar o jogo e nem ir a campo. Precisamos tomar uma atitude severa para que isso acabe no futebol. Vamos tomar a decisão até sexta-feira”, informou Almir Azevedo.

O Vale do Aço Esportes entrou em contato com a treinadora do Ipatinga, Kethleen Azevedo, porém até a publicação desta reportagem não obteve retorno.

Comentários